Para que serve o Peeling?

A palavra peeling origina-se do inglês “To Peel”, significando: esfoliar, descamar, desprender. A pele é um órgão vivo, dinâmico, que se regenera continuamente. Todos os dias as células se renovam; células novas vêm para a superfície e as velas se descamam. Com o passar do tempo, existe um diminuição na velocidade de renovação destas células. O Peeling é uma maneira de acelerar esse processo, renovando a pele e com isso tratando problemas como: envelhecimento cutâneo, cicatrizes de acne, rugas e manchas escuras.

“O Peeling é uma maneira de acelerar esse processo, renovando a pele e com isso tratando problemas como: envelhecimento cutâneo, cicatrizes de acne, rugas e manchas escuras.”

Os Peelings, são classificados conforme a sua capacidade de penetração em: superficiais, médios e profundos. A profundidade de um Peeling depende da substância aplicada, de quanto é aplicada, da técnica de aplicação, do preparo prévio da pele, do tipo de pele (fina ou espessa) e duração de contato com a pele. Assim sendo, grande variabilidade pode ser obtida, cabendo ao Dermatologista sua correta indicação.

A indicação é a questão mais importante na realização do Peeling; cabe ao Dermatologista, com sua experiência, analisar o tipo de pele, a melhor escolha do tipo de Peeling e o grau de profundidade a ser alcançada. O paciente, por sua vez, deve entender o processo, conhecer suas limitações, duração da recuperação e ter uma expectativa real do resultado esperado.

A Clínica Walter Pinheiro oferece duas opções de Peeling, clique para escolher:

Peeling de Cristal

Peeling Químico